segunda-feira, 25 de setembro de 2017

Dhlakama espera que XI congresso da Frelimo contribua para paz efectiva

Dhlakama espera que XI congresso da Frelimo contribua para paz efectiva

Líder da Renano espera que aniversário das FADM sirva de catalisador para interesses soberanos do país
O líder da Renano, Afonso Dhlakama mostrou-se, ontem, bastante animado no alcance, para breve, de uma paz efectiva no país, com a realização do XI congresso da Frelimo. Dhlakama que falava à imprensa na serra de Gorongosa, no final da reunião da comissão política do seu partido, alargada a outros membros, referiu que tem sentido algumas reservas, por parte do Presidente da Republica, Filipe Nyusi, em fazer valer as ideias que tem discutido, durante as negociações.
“Espero que neste congresso, o Presidente da República consiga unir os radicais da Frelimo, para lhe apoiar naquilo que tem vindo a negociar comigo, porque nós líderes às vezes encontramos problemas nos nossos partidos”, disse.
Sobre a passagem de mais um aniversário das Forças Armadas em Defesa de Moçambique (FADM), Dhlakama disse esperar que a data sirva de catalisador para as mesmas se guiarem pela lei e servirem de forma exemplar os interesses soberanos do país de forma neutra. E apontou como exemplo da suposta má actuação das FADM, o ataque que sofreu no passado dia 25 de Setembro de 2015.
“O 25 de Setembro, para além de ser o dia das Forças Armadas em Defesa de Moçambique, fica conhecido como o dia em que Dhlakama escapou à morte”, afirmou o líder da Renamo.

Filipe Nyusi, tecnocrata pragmático por vezes impulsivo a caminho da reeleição na Frelimo


A forma meteórica como Filipe Nyusi chegou à chefia do Estado moçambicano fez com que fosse recebido como uma incógnita, mas os três anos de mandato que já leva assinalam-lhe traços de um homem pragmático e por vezes impulsivo.
O atual líder da Frente de Libertação de Moçambique (Frelimo), partido no poder em Moçambique desde a independência, é, para já, o único candidato à sua própria sucessão no 11.º congresso do partido que começa na terça, na Matola, arredores de Maputo.
Com uma passagem fugaz pelo cargo de ministro da Defesa e sem percurso notável na Frelimo (Frente de Libertação de Moçambique), partido no poder - ao contrário dos seus três antecessores na Presidência da República -, o batismo de fogo de Filipe Nyusi consistia em emancipar-se de Armando Guebuza, que lhe cedeu a Presidência da República em janeiro de 2015, após dez anos de mandato, mas manteve a direção do partido no poder.
Para muitos, o facto de Guebuza ter mantido a chefia do partido na altura da investidura de Nyusi iria condicionar a ação do novo Presidente e confirmar a ideia de um líder manietado pela anterior direção máxima da Frelimo.
Contra todas as expetativas, Armando Guebuza foi forçado a abandonar a presidência da Frelimo, dando o lugar, em março de 2015, a Filipe Nyusi, que averbou a sua primeira vitória na luta pelo controlo de um partido que em Moçambique é confundido com o Estado em muitos aspetos, como notam diversos académicos.
Correspondendo ao espírito do seu discurso de tomada de posse, de promover um país mais inclusivo, logo nos primeiros dias do seu mandato, Filipe Nyusi encontrou-se com o líder da Resistência Nacional Moçambicana (Renamo), Afonso Dhlakama - que se recusou a reconhecer a derrota nas eleições gerais -, e com o líder do Movimento Democrático de Moçambique (MDM), terceiro maior partido, Daviz Simango.
O seu estilo repentino e por vezes menos protocolar ficou à vista quando apareceu subitamente, num sábado à tarde, no antigo e já decrépito Mercado do Peixe, no Bairro da Costa do Sol, em Maputo, a conversar com vendedores e sem a comunicação social por perto, sendo as imagens distribuídas à imprensa por um videoamador.
Sentou-se várias vezes no chão com crianças em salas de aulas sem carteira para se solidarizar com os alunos que estudam sem grandes condições, dando depois algumas lições de Matemática, uma disciplina que lecionou nos seus tempos de docente na Universidade Pedagógica.
Amante de futebol, a ponto de ter sido campeão nacional na qualidade de presidente do Ferroviário de Nampula, participou nalgumas partidas de carácter recreativo pela equipa do Governo e fez alguns minutos em jogos inaugurais de campeonatos escolares.
Tecnocrata e admirador assumido da ciência, em detrimento "da advinha", como já o disse, para gerir as instituições públicas, foi ao Fundo Monetário Internacional (FMI) buscar o atual governador do Banco de Moçambique, Rogério Zandamela, e Mateus Magala ao Banco Africano de Desenvolvimento (BAD) para dirigir a estratégica Eletricidade de Moçambique (EDM), contrariando a desconfiança com que a Frelimo olha para quadros que deixam o país para prosseguir a carreira no estrangeiro.
Engenheiro de formação e com uma carreira de gestor nos Caminhos de Ferro de Moçambique (CFM), tem primado pelo pragmatismo na relação com as instituições financeiras internacionais na questão das dívida oculta deixada pelo anterior Governo, quase nunca mencionando a palavra autoestima, muito querida do seu antecessor Armando Guebuza.
O realismo levou-o há poucas semanas, em agosto, a um encontro inédito com Afonso Dhlakama nas matas do distrito de Gorongosa, centro de Moçambique, onde o líder da Renamo se encontra refugiado, em mais uma ação visando o alcance da "paz efetiva" no país.
As visitas às empresas públicas, recuperando um estilo seguido pelo primeiro Presidente moçambicano, Samora Machel, revelaram um Filipe Nyusi impulsivo, quando várias vezes fez fortes reprimendas a gestores das empresas públicas devido ao estado em que as firmas participadas pelo Estado se encontram.
"Há dificuldade em deixar a concorrência fluir. Vocês fecham os circuitos. Como é que alguém tem aviões e não os deixamos voar? Como é que alguém com autocarros prontos para operar numa determinada rota é impedido por [alegadamente] existirem outros dois os três operadores privados", questionou o Chefe do Estado, depois de em abril visitar a transportadora nacional Linhas Aéreas de Moçambique (LAM) e a Empresa Municipal dos Transportes de Maputo (EMTM).
Gelou a sala de reuniões do Ministério dos Transportes e Comunicações quando em pleno Conselho Consultivo da instituição censurou uma jornalista que o filmava através de um telemóvel.
Como sinal do desconforto que sente, a sua segurança proíbe liminarmente a gravação de imagens por esta via, como já se notou em várias ocasiões em público.
Com Filipe Nyusi, aumentou o zelo com a segurança, sendo por isso proibidos telemóveis de visitantes, incluindo de jornalistas, no interior da Presidência da República.
Apesar da aparente fobia, abriu recentemente uma conta no Facebook onde responde a algumas perguntas colocadas pelos utilizadores da rede social.
O congresso da Frelimo que se inicia na terça-feira pode ser o da consagração de um homem que precisará de mais do que os dotes da sua formação de engenheiro para resolver os problemas hercúleos com que o país se debate.

domingo, 24 de setembro de 2017

falecimento subito do quadro deste partido, Rafael De Sousa Gusmau, em Gorongosa e diante de Dhlakama



Renamo - Nacala Porto
20 h
Partido Renamo de nacala porto, soube ha horas, neste dia 23 de setembro, com profunda magoa e consternacao, sobre o falecimento subito do quadro deste partido, Rafael De Sousa Gusmau, em Gorongosa e diante de Dhlakama, no momento de encontro de Quadros seniores do nosso partido.
Actualmente, Gusmau, aos 55 anos, desempenhava funcoes de deputado da assembleia da republica e delegado politico distrital da renamo em Nacala porto..
Ainda nao temos detalhes sobre a transladacao do seu corpo para Nacala porto ou zambezia, sua terra natal.
deixa filhos e esposa.
Aos amigos, aos membros e a familia enlutada, as nossas sentidas condolencias

Órgãos Sociais da Proindicus auferiram perto de um milhão de dólares em dois anos de (in)actividade

PDF
Versão para impressão
Enviar por E-mail
Tema de Fundo - Tema de Fundo
Escrito por Adérito Caldeira  em 19 Setembro 2017 (Actualizado em 20 Setembro 2017)
Share/Save/Bookmark
Enquanto os moçambicanos aguardam serenamente, como lhes foi pedido, pela publicação do relatório completo Kroll às empresas estatais que violando a Constituição e leis Orçamentais endividaram o país em mais de 2 biliões de dólares a versão inglesa, tornada pública oficiosamente, revela que só nos seus dois anos de (in)actividade a Proindicus gastou cerca de um milhão de dólares em salários dos órgão sociais e cerca de outro milhão de dólares foi gasto na compra e aluguer de 15 viaturas de luxo... enquanto isso não consegue amortizar os seus empréstimos e as lanchas de guerra que supostamente seriam a razão da sua existência continuam paradas e a ganharem ferrugem afinal a empresa não está em actividade!
No fim desta semana terão passado 90 dias desde que a Procuradoria-Geral da República(PGR) recebeu da consultora Kroll o relatório final e completo da Auditoria forense às estatais Proindicus, Empresa Moçambicana de Atum e Mozambique Asset Managment(MAM) e o povo aguarda ansiosamente a divulgação oficial que foi prometida, em finais de Junho, deveria acontecer “o mais breve possível”.
No sumário executivo divulgado pela PGR poucas novidades foram tornadas públicas, muita da informação já havia sido revelada inclusivamente pelo @Verdade, porém ficou evidente nessa altura que esta Auditoria enfrentou muita resistência por parte dos arquitectos e mentores dos empréstimos que de forma arrogante, e quiçá também ilegal como as dívidas, recusaram-se a fornecer imensos documentos e informações solicitadas pelos auditores.
Na versão inglesa do relatório final e completo, que há algumas semanas foi disponibilizado oficiosamente para o público, os nomes dos envolvidos assim como os detalhes de diversas operações financeiras estão protegidos contudo foi possível apurar que o Conselho de Administração da primeira das três empresas envolvidas nesta operação financeira pagou em salários ao seu presidente e administradores 884.561 dólares norte-americanos, 344.840 dólares durante o ano de 2013, primeiro ano de (in)atividade, e 539.721 dólares em 2014.
Investigações do @Verdade revelaram, em Outubro de 2016, que o Conselho de Administração da Proindicus era chefiado Eugénio Henrique Zitha Matlaba, que exerceu o cargo de assessor do antigo ministro da Defesa Filipe Nyusi.

O relatório da Kroll não indica quem são nem quantos são os membros dos órgão sociais desta estatal mas o @Verdade que António Carlos do Rosário é um dos administradores da empresa inactiva.
“A Kroll não recebeu nenhum documento ou cálculos que suportem as despesas com os órgão sociais” refere a versão inglesa do relatório final da Kroll.
Outro milhão em Jeep Cherokee, Lexus Constatia, Toyota Fortuner, Land Cruiser Prado
Incluindo os trabalhadores, que não se sabe quantos são nem que são, a Proindicus gastou 2,1 milhões de dólares só em salários embora a empresa não esteja a proteger a costa moçambicana como foi justificado para a contratação dos empréstimos violando a Constituição da República e as leis orçamentais.
Adicionalmente esta estatal, que tem como accionistas a Monte Binga, SA, e os Serviços de Informação e Segurança do Estado (SISE), efectuou pagamentos de mais de 1,1 milhões de meticais a pelo menos 12 cidadãos que a Auditoria não revela quem são.
Ainda nos primeiros dois anos, em que deveria ter começado a funcionar, a Proindicus gastou 902.164 dólares na compra de viaturas entre elas mais de uma dezena de luxo como são os casos de três Jeep Cherokee, quatro Lexus Constatia, três Toyota Fortuner, um Audi ou um Land Cruiser Prado.
Os auditores também não receberam nenhum tipo de documento ou cálculos relativos a mais de 70 mil dólares gastos em “despesas de viagem” e, mesmo sem estar a operar, a Proindus gastou 22.792 dólares em “presentes”.

ACIDENTE DE VIAÇÃO MATA DELEGADO DO INSTITUTO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL DE TETE.


.
. O Delegado do Instituto de Comunicação Social ao nível da província de Tete, que em vida respondia pelo nome de Jacinto, morreu no final da tarde de ontem, sábado (23) . As informações em nossas mãos avançam que o finado foi vítima de um fatídico acidente rodoviário em que a viatura no qual o malogrado seguia capotou à caminho do distrito de Angônia onde ia participar de uma cerimônia de graduação da filha. As mesmas indicações em nossa posse salientam ainda que no sinistro morreram outras duas pessoas que são a sogra e um outro elemento pertencente à família da esposa. Duas outras vítimas que também seguiam a bordo no veículo são a esposa do Delegado e sua filha. Estas duas não morreram, tendo sido evacuadas para hospital provincial de Tete para atendimento médico na sequência dos ferimentos graves contraídos. Paz às almas.

sábado, 23 de setembro de 2017

Angola: Decreto presidencial arquiva irregularidades cometidas por gestores públicos


Comments

1
umBhalane said...
"OMO LAVA MAIS BRANCO"
JES / MPLA lava ainda mais branco.
E deixa a casa "limpinha" para o sucessor que ele indicou/patrocinou - João Lourenço.

Na luta do povo ninguém cansa.

FUNGULANI MASSO
LEMBREM BEM
QUEM NÃO LUTA, PERDE SEMPRE

A LUTA É CONTÍNUA

População incendeia carro do comandante da PRM em Manje, Chiuta.


Prm_chiuta1 Prm_chiuta2Houve um morto e 4 feridos que foram levados para Hospital Provincial de Tete.
Desconhecem-se as razões do sucedido.
(Recebido por Mensager)


MOÇAMBIQUE, TERRA GERIDA POR UM DIABO CHAMADO FRELIMO (FRENTE DE LIQUIDACAO DE MOÇAMBIQUE)


Há dias, publicamos aqui um post sobre a pilhagem do carvão de Moatize. Caros compatriotas, a realidade é diametralmente diferente da que relatamos! A coisa é ainda mais catastrófica!
De acordo com os últimos dados que recebemos de um outro técnico que trabalha naquela empresa, a Vale movimenta 22 comboios em 24 horas e não 5 como havíamos publicado e cada comboio leva 120 vagões de 63 toneladas cada. De referir que cada comboio e puxado por duas máquinas a diesel. Agora vamos actualizar as conta:

* 22 comboios × 120 vagões = 2,640 vagões/dia
* 2,640 × 63 toneladas = 166,320 toneladas/dia
* 166,320 × 30 dias = 4,989,600 toneladas/mês (quatro milhões, novecentas e oitenta e nove e seiscentas toneladas).
* 4,989,600 mensais × 12 meses = 59,875,200 (60 milhões de toneladas, aproximadamente)

Preço internacional actual do commodity carvão =340 dólares norte americanos, logo:
* 59,875,200 × 340 dólares = 20,357,568,000 ( aproximadamente vinte biliões e quatrocentos milhões de dólares).
Agora vamos estimar em alta os custos operacionais da Vale desde a produção até a exportação do carvão:
Custo operacional por cada tonelada extraída e exportada =140 dólares ( inclui: combustíveis, salários, taxas aduaneiras e blá, blá, bla), logo:
* =59,875,200 anuais × 140 dólares = 8,382,528,000 (aproximadamente 8,4 biliões e quatrocentos milhões de dólares), então:
20,4 biliões de dólares anuais - 8,4 biliões
= Saldo aproximado = 12.000.000.000 de dólares (doze biliões)

Mesmo se os dementes da frelimo cobrassem apenas 17% em taxas diversas, teríamos:
12.000.000.000 ×17% = 2,040,000,000 (dois biliões de dólares, aproximadamente). O suficiente para suportar o OGE.

Para que conste, a exportação do carvão mineral é a principal fonte de receita da Coreia do Norte em 2015 exportou 1,4 milhões de toneladas, tendo arrecadado 126 milhões de dólares só que a frelimo engana aos mocambicanos omitindo os verdadeiros números mas o filho do "governador" de Tete Paulo Awade é considerado internacionalmente "um grande empresário da ramo carbonifero".
E só para terminar, dizer que ninguém sabe por que diabo não se fala do poço de petróleo bruto que se encontra na zona de MANGONGONE em Mambone. Este furo/poço existe desde o tempo colonial e em anos recentes uns "brancos" extraiam o petróleo que posteriormente era transportado em tambores para destino desconhecido.
Também existem marcos colocados pelos portugueses em Maropanhe, Machanga, indicando a presença de grandes quantidades de hidrocarbonetos.

Unay Cambuma
GostoMostrar mais reações
Comentários
Unay Cambuma INBOX " Pagar salários na vale não é despesa... Eles chamam de despesas qndo se trata de compra de acessórios pra equipamentos. Como por exemplo pneus de camião fora de estrada que por ai em torno de 75mil dólares por cada pneu... Um camião caterpillar 797 tanque de diesel capacidade 7000lts. Para carregar 400to toneladas. Cm 793 5000lts carga 250t. E outros camiões que aqui estam neste momento a aumentar o burraco de carvão... " há 30 minutos · Enviado por Facebook Lite
GostoMostrar mais reações
6
22/9 às 22:48Editado
Gerir
Unay Cambuma INBOX " 2 cabeças de comboio puxam 120 vagões... Por dia saem 22 comboios totalizando 44 cabeças mas tem dias que apenas saem 16-17 comboios devido avarias. Ontem às 17:13 · Enviado por Facebook Lite É isso mesmo porque eu trabalho AKi em tete na mina de moatize... Desde 2012 Ontem às 17:15 · Enviado por Facebook Lite Existe muita coisa cá dentro da empresa k acontece e que aconteceu com os trabalhadores na aérea de operação de mina... K o governo e a direção da empresa se distânciam ou não Kerem se resposabilizar... Falo de doenças adquirida pelo w esforçado... Não me bifa... Com tempo te conto td... Ontem às 17:23 · Enviado por Facebook Lite
GostoMostrar mais reações
4
22/9 às 22:49Editado
Gerir
Unay Cambuma INBOX " Unay com o tempo te enviarei docs e fotos para ti provar sobre os 22 comboios diarios da vale" há 23 minutos · Enviado por Facebook Lite
GostoMostrar mais reações
4 h
Gerir
Unay Cambuma Da outra vez os tipos se embrulharam sozinhos em relação ao Rubi de Montepuez. Antes o jornalzeco frelo o Notícias tinha publicado que a Rubi Mining exportou 12 milhões mas meses mais tarde o mesmo jornaleco, esquecendo se da sua mentira anterior, falou da exportação de mais de 100-200 milhões de dólares.
Gerir
Joao Moreno Depois dessa exportação que foi de 44 milhões de USD o preço caiu porque os meninos meteram na mesa de leilão 40kgs de qualidade gema num leilão. Kkkkkk gula. Essas pedras vende se pouco pouco. Imagina a fábrica da Rolls Royce por 1 milhão de carros em leilão. Kkkkkkk. Dão mandioca a quem não tem dentes. Desculpa me a audácia de julgar. Mas não é assim , Se não sabe pergunta. Não há cobrança de consultoria. ..
GostoMostrar mais reações
1
7 h
Gerir
Unay Cambuma O que todos mas todos os Moçambicanos devem saber é que todos os dados sobre as quantidades de recursos naturais extraídos que são publicados pela imprensa baseada em Maputo ou controlada pelos capangas do regime são falsos. A fraude econômica da frelimo consiste no escamoteamento dos verdadeiros números. É por isso que ninguém sabe ao certo quanto produz a HCB do Songo ouva Sasol de Temane.
Gerir
Edson Marumete Unay 22 Comboios por dia não é verdade, a Vale n tem essa capacidade d produção. Falo com conhecimento de causa, quem t forneceu esses dados enganou te
Gerir
Gildo Marrumete Qual é a sua verdade meu caro irmao.
Gerir
Gildo Marrumete Quanto pur dia?
Gerir
Kingslay George Foseya Boa pergunta #Gildo, qual é a verdade dele, se uma vez quem está a fornecer esta informação é um técnico interino da própria vale...
Gerir
Gildo Marrumete Eu comfirmo que ele é funcionário da #Vale. Eu quero informação real.
Gerir
Antonio Tomas Mines Mines Edson, qual é o nr real entao? se voce desmente é porq sabe a verdade. entao diga nos a verdade. se voce tambem nao sabe, porque desmente?
Gerir
Feliciano Mugote Senhor edson, quêm responde a outro deve estar com a resposta na boca, e sr. Desmentiu o dito do técnico ; então queremos os dados matemáticas que o edson supoêm ser as mais reais sem demora, porque quêm está a ser roubado somos nós todos sem excepção,
Não demora poerque estamos doido, se não poderá haver arrogâncias lá a frente.
Gerir
Aires Castro Gabriel Novela Sr Edson aguardamos se calhar esta contando ainda nao e`?
Gerir
Edson Marumete A vale nunca produziu acima de 35000 ton por dia
Gerir
Gildo Marrumete Quantos comboios e quantas toneladas pur dia? Simples mais nada.
Gerir
Manuel Xavier Xavier Kê desmente deve trazer a verdade . Qual é então as reais dados ki tens?
Gerir
Unay Cambuma INBOX " 2 cabeças de comboio puxam 120 vagões... Por dia saem 22 comboios totalizando 44 cabeças mas tem dias que apenas saem 16-17 comboios devido avarias. Ontem às 17:13 · Enviado por Facebook Lite É isso mesmo porque eu trabalho AKi em tete na mina de moatize... Desde 2012 Ontem às 17:15 · Enviado por Facebook Lite Existe muita coisa cá dentro da empresa k acontece e que aconteceu com os trabalhadores na aérea de operação de mina... K o governo e a direção da empresa se distânciam ou não Kerem se resposabilizar... Falo de doenças adquirida pelo w esforçado... Não me bifa... Com tempo te conto td... Ontem às 17:23 · Enviado por Facebook Lite
Gerir
Joao Moreno Capacidade desenhada para dez diários mas não alcançam essa meta.
Gerir
Joao Moreno 120 vagões são puxados por uma composição dividida em 60/60 as primeiras 60 são puxadas por 2 máquinas depois vão mais 2 no meio.
Gerir
Unay Cambuma Naquela zona de Mambone o petróleo está mesmo na superfície.
Gerir
Jose Majasse Dombe Moçambique terra de riqueza mais devido o grau de corruptos que tem estamos ferrados,sabiam que Moçambique é mais rico do que Angola em termo de riquezas? Sabiam que esse pais é mais rico dentro da áfrica austral,pelo menos na áfrica do sul a justiça pouco funciona,mas em Moçambique a lei é somente para os fracos é por acaso a corrupção é irreconhecivél devido o excesso nùmero de corruptos.
Gerir
Mariano Jone E Por isso que os filhos dos dirijentes ficam muinto ricos sem djobar e ne se esforcar se,e quando falamos muinto finjem se de mortos.que pena.
Gerir
Joao Rodrigues Sem dúvida, um autêntico desgoverno! Fora o escândalo generalizado de Corrupção. Se não houver um afastamento desse bando de incompetentes e mbavas, o nosso Povo está condenado.
Gerir
Alberto Pagari Estamos mal
Gerir
Waya Marcos kkkk ntimbo 1 o gove deve fazeer algo
Gerir
Caly Aquário Quente Vergonhoso e lamentavel.
Gerir
Joao Luis Pavia Gomes Andaste em silêncio durante muito tempo e agora queres aparecer como menino bonito . Seja coerente Contigo deixa de ser pau mandado ou rabo de palha e vai ao encontro da realidade . Só aparece em período próximo de campanha ?
Gerir
Santos Chakhala MAS ESSE CENTRO DE SAUDE ESTÁ EM MOÇAMBIQUE? E é conhecido pelo governo de Moçambique? Quem acredita nisto ?com baratinho preço de c
Gerir
Feliciano Mugote Não é por aí só, é todads fontes de riqueza do nosso país fazem isso mesmo.agora é só ouvir e ficar nervado, e o nosso vai reagir em 2018-2019.
Gerir
Isaac Ussen Miua K raio de merda destes gajos k andam a rouvar tdo deste pais
Gerir
Isaac Ussen Miua O povo a morer fome e os coruptos a disviar a rikeza do povo
Gerir
Josè Cardoso Júnior Novela Ke pena de nós mesmo.sofremos sem saber porque sofremos.
Gerir
Paulo Gundana Sim n oficina
Gerir
Ariala Geba Ainda estamos tapados com óculos de madeiras.
Gerir
Vynho Geraldo Vynho qui horivel ver isto nu pais xeio de riqueza
Gerir
Zacarias Tandique Não é possível
Gerir
Comentários Principais está selecionado e, por isso, alguns comentários podem ter sido filtrados.
Unay Cambuma partilhou a p

Gadget

Este conteúdo ainda não se encontra disponível em ligações encriptadas.