quarta-feira, 12 de julho de 2017

Que o país já estava dividido começando ali no cruzamento de Pambara(Vilanculos), todos já sabemos, e nem precisa de ciência muito menos de disparos de AKM do Lider.

Paulo Araujo estava a sentir-se exausto.
Que o país já estava dividido começando ali no cruzamento de Pambara(Vilanculos), todos já sabemos, e nem precisa de ciência muito menos de disparos de AKM do Lider. Quem se faz a estrada pela EN1 sabe exactamente do que falo.
É que não vai precisar de fazer campanha eleitoral para que a população que vive entre o perimetro que vai de vilanculos passando por Inhassoro, Nova Mambone, vila do save, Muxungwe, Inchope, Gorongoza, Maringwe, Cheringoma, Caia vote contra este governo.
O Governo ao deixar aquela estrada nas condiçôes em que se encontra hoje, está a fazer uma campanha contra si proprio. Fazer 300km de estrada em 8horas ninguem merece, alias, aquilo que testemunhei foi "estrada nas crateras e nao crateras na estrada".
Fiquei com pena de ver a chegar em Caia autocarros da Nagi com escritas "Jogos escolares/Provincia de Niassa/Cabo Delgado/Niassa, etc". Aquelas crianças estavam a caminho de Gaza onde serà o palco dos jogos escolares. Nao sei em que condiçoes fisicas chegarão aqueles meninos para depois competirem em pé de igualdade com outras que sairam de Maputo ou Inhambane.
Mas em fim, como diz um ilustre internauta, se o PR come poeira ao fazer visitas/presidencias abertas, mesmo o fazendo de helicopter, quem somos nós para reclamar.
De qualquer forma é bom saber que cheguei ao destino sao e salvo e com o sentimento de que estou de facto numa outra Republica/País pelo facto das constantes paragens obrigatorias e frequente exigencia das autoridades policiais que queriam saber de onde vinha e para onde me dirigia e que devia mostrar passaporte. Sempre pensei que o BI fosse o documento oficial em Moçambique e o Passaporte fosse apenas exigido quando estivesse a atravessar uma fronteira.
14 comentários
Comentários
Magret Chongo
Magret Chongo Yuuuu e lamentavel
Linette Olofsson
Linette Olofsson Lamentável
Calisto Chivura
Calisto Chivura Ha quem duvidasse de haver mais de um Moçambique, a verdade é essa queira ou nao queira ha varios Moçambiques Moçambique
Sonia Mboa Mboa
Sonia Mboa Mboa Kkkkkkkkkk. Essa do Passaporte também passei e até reclamei e a pessoa que estava ao meu lado disse melhor dizer que não trago, não responda que estes andam com sede de maltratar passageiros.
Só querem motivo de se responder p mandar descer
Alson Dos Santos
Alson Dos Santos Passaporte? Fala a serio oh Paulo Araujo. Certamente que o EV tem uma explicacao "aplausivel" sobre isto
Rene Abilio
Rene Abilio Paulo Araujo, felicito por retratares essa crua realidade em poucas palavras. Falando na exigência de "guia de marcha" e revista do carro, depois do procedimento do lado do Caia, atravessei a ponte e do lado da Zambézia pediram-me para seguir o mesmo.....desta vez perguntei o que acham que teria acontecido ao longo da ponte e não aceitei mostrar a guia! !! Imagine o que aconteceu. ...deixaram-me passar dizendo que só cumprem ordens superiores! !!
Abiba Ibraimo
Abiba Ibraimo Uma vez na sala de embarque do aeroporto de Maputo e seguia para nampula foi exigido ao meu marido passaporte. De propósito ele disse que não trazia ali e que tinha BI. O Polícia começou a complica-lo e aí meu marido fez um basqueiro até que vieram pedir desculpas. É moçambicano, é voo inter-provincial deviam pedir BI. Na falta desse poderiam pedir passaporte. Enfim. Mesmo das estradas meu amigo estamos mal.
Carlos Taguia Joao
Carlos Taguia Joao Mbalaga Mukossa!!!!
Pedro Filipe
Pedro Filipe Triste realidade essa,num país que se fala tanto e faz-se quase nada,num país em que os governantes estão preocupados em importar Mercedes de ultima geração,deixando o cidadão comum completamente abandonado... Lamentavel.
Virgilio Salomao
Virgilio Salomao Melhor convidar o PR circular nessa area com o seu ministro das obras publicas, dos transportes e o diretor da ANE. Faça essa viagem via terrestre. Boa viagem sr PR.
Paulo Araujo
Paulo Araujo Eles sabem por isso voam.
Maximino Costumado
Maximino Costumado I feel you.Quando viajo pelo meu belo Mocambique tenho que levar o meu passaporte para provar aos policias placados na estrada que sou de Moz e nao Etiope como eles pensam.E olha que ja foram duas vezes a decepcionar os gajos pela falta d refresco
Fernando Costa
Fernando Costa Um dia serei esclarecido sobre que critérios do Estado foram adoptados à mais de 20 anos para que esse troço nunca tenha sido reparado.
Entre 1997 e 2010 usei essa estrada pelo menos uma vez por mês. Assisti a incidentes inacreditáveis com nacionais
e estrangeiros. Vi morrer gente em viaturas completamente destruídas. Principalmente vi morrer ou ficar incapacitados muitas pessoas devido a acidentes motivados pelo estado da estrada.
Só gostaria de entender porque aquele troço da EN1 nunca foi alargado e reabilitado como foram os restantes. ..
Paulo Jeremias Nhassengo
Paulo Jeremias Nhassengo Calma xara construir e dificil facil e destruir. Calei

1 comentário:

Jaime Alfredo disse...

Moçambique e' um meus copatriotas. Nao esta divido oque està dividida sao nossa ideias. Cada zona tem as suas dificuldades . Nao dramatizemos este e' nossa terra, solucionaremos as nossas fraquezas como outros povos o fizeram
Empenhemo nos na evoluçao das nossas capacidades moçambicanas de contruir oque nos ecomoda penso eu que a estrada nao e'so para pobre e' tambem para o rico ja que aqui se menciona que os petizes de inhambane, Gaza e Maputo terao terao beneficio de desgaste fisico dos colegas do outro lado. Nao poço esquecer que mesmo no Maputo em conjunto os miudos passarao varias dificulidades que talvez no centro e norte nao existem parem de nos dividir por favor

Gadget

Este conteúdo ainda não se encontra disponível em ligações encriptadas.